Eu tento entender elas.

Hoje me perguntaram o porque eu trato tão bem as meninas que eu amo, mesmo elas não se importando comigo.

Eu então respondi :

Eu aprendi que ela não vai ligar pra mim, eu é que devo ligar pra ela. Ela não vai me chamar no msn, ela está esperando eu vá chamá-la. Ela não vai agir estupidamente dizendo que me ama, eu devo dizer isso pra ela quando isso for real. Ela não vai correr pra me abraçar quando eu estiver com os meus amigos por mais que ela queira, ela está apenas esperando eu colocar os meus braços na cintura dela, quem sabe. Ela é uma garota, e ela me ama, por mais que não demonstre isso, tudo o que ela vai querer se eu realmente a amar, vai ser eu. Ela só está esperando atitudes minhas, está esperando eu provar que a amo, para que possa retribuir o sentimento sem medo.

Reais amigos.

Não posso mais confiar em ninguém, quanto mais confio mais me arrependo. Com o tempo você percebe que amizade não nasce de uma hora pra outra, que nem todas as pessoas que são ou pelo menos demonstram ser legais com você são seus amigos. Amigo é aquele que te apoia nas horas que você mais precisa, que não fica dando ideia ou iludindo a menina que você mais valoriza, amigo não conta seus segredos pra ninguém, amigo te fala a verdade como você se aparenta e não omiti para ele ficar melhor que você.

Sei diferenciar amizade de ‘coleguismo’, e também sei ser falso quando são comigo.

Um amor sincero

Um dia você me disse que eu não demonstro o meu “eu te amo”, e aquilo me deixou um pouco com raiva, confesso. Eu nunca fui uma pessoa carinhosa mesmo, nunca fui de ficar dizendo “eu te amo” toda hora, para ninguém. Mas você não sabe que com você é diferente, eu tenho sim vontade de dizer que te amo a todo momento. Tenho vontade de te mandar sms o dia todo, com aquelas palavras melosas. Tenho vontade de não te deixar esquecer nem um segundo sequer o quanto você representa pra mim, e o quão importante você é. Mas eu não faço isso sempre, porque odeio parecer grudento, meloso ou qualquer coisa assim, mas vontade não me falta. E a forma mais fácil que eu encontrei de tentar te dizer que você é todo o meu mundo, foi essa, abrindo o meu coração para qualquer um que venha ler o meu blog, mas inclusive para você. Sabe o que eu quero mesmo? Eu quero estar contigo nas alegrias de um sábado a noite, quero dividir contigo o tédio de um domingo chuvoso, quero estar perto de ti quando você estiver num dia ruim, quero te dar carinho em um momento de carência, quero ficar por perto se precisar de colo. E se necessitar de um ombro pra chorar e desabafar sobre os teus problemas darei o meu, se precisar de um beijo para matar a vontade, eu lhe darei com o maior prazer. Quero ver o teu rostinho ao acordar deitada do meu lado. Nos momentos de perca, eu serei leal e cuidarei de você e vou te mostrar que você nunca vai deixar de ser a minha garota, a minha princesinha. Nos momentos de lixo, eu te tratarei como uma princesa, e se não quiser nada disso, compartilho apenas o meu amor, que pode não ser a coisa mais valiosa que você possui, mas com certeza é a mais pura e intensa que podes receber de alguém. Eu te amo, e te amo por você ser diferente, te amo por você me completar como nenhuma outra, te amo simplesmente por te amar. E eu gosto do jeito como a gente se completa. A gente fala bobagens, fala de qualquer assunto, de qualquer coisa, do tempo, de futebol, de filmes, de ciúmes, da gente. E pela primeira vez sinto que achei finalmente uma garota diferente, diferente daquelas que costumavam me rodiar. Você me faz feliz, me faz sorrir, e acima de tudo, me faz bem.

Quero ferias!

Olá, tudo bem?

Através dessa postagem, venho falar e mostrar sobre minha indignação com minha faculdade.

Enquanto uma galera já está de férias eu tenho que ir para as aulas todo dia e eu não estou gostando nada disso, sério!

Tá bom, nem tão sério assim! WEHUWEHUWEHUWH’

Minhas aulas só vão acabar dia 28 desse mês e eu já estou passado, eles poderiam liberar pelo menos os alunos que já estão passado em todas as provas! KKKK Excelente, né?

Ao mesmo tempo que venho aqui para mostrar minha indignação, venho também para mostrar minha felicidade: EU PASSEI EM TODAS AS PROVAS, UHUL! Isso porque eu tive um acidente e fiquei quase dois meses sem ir pra faculdade, excelente.

É bom esse sentimento de “tarefa comprida!” hahahaha

O Gabriel tem uma campanha: “Queime seu caderno” KKKK Queimaremos, ou não?! HAHA

Se você passar queime, se não passar não queime… Sabe por que?! A matéria que você copiou  pode ser útil no próximo ano! WEHUEWHEWUEW e o kiko?! Vamos queimar de uma vez! haha

Eu acho que é isso, e você já passou em todas as provas ou vai passar as férias de cabeça quente?! Kaka’

Ritmo do coracao

Meu nome é Rogerio. Minha história é no mínimo surpreendente. Era dia 17 de outubro. Numa tarde ensolarada. Estava muito quente. A piscina, em minha casa de classe média-alta, estava lotada. Todos meus amigos de onde frequento estavam aqui em casa. Juntos se deliciávamos com a água que refrescava-nos naquela intensa tarde. A alegria estava no ar. Todos estavam felizes com o encontro daquele dia. Aquela tarde para nós foi maravilhosa.

Cansado de ficar na piscina, entrei para comer alguma coisa. Meus amigos continuavam lá. De repente, naquele instante parece que o mundo se calou ao meu redor e eu só teria ouvidos para uma coisa. Esqueci, de certa forma, até da bagunça que estava lá fora. Ouvi da cozinha uma voz feminina que cantava lá do quarto. Junto com essa voz, um piano acompanhava. Era o meu piano. Não sei se poderia classificar aquela voz de outra maneira, mas o adjetivo que me veio naquele momento a respeito daquela voz era a palavra angelical. Sim, parecia um anjo cantando. Fiquei muito surpreso.

Quietinho e com passos silenciosos, apreciando a bela voz que me encantava, eu me dirigi até o quarto. Por uma pequena fresta na porta eu fiquei olhando por algum tempo. Era uma menina, eu não a reconhecia, pois ela estava de costas para a porta. Estabanado, como sempre, eu bati sem querer no trinco da porta. Assim que ela ouviu, ela parou de tocar o piano. Lentamente me olhou. Para minha surpresa, eu não conhecia aquela garota. Havia me encantado com sua doce voz e agora com a sua beleza.

Com certa timidez, começamos a conversar. Mariana me explicou que tinha vindo com a Carol, minha melhor amiga. E também me disse que, por não conhecer direito o pessoal, preferiu ficar sozinha e foi pedir autorização à minha mãe para ficar tocando piano.

Depois de algum tempo de conversa, pedi a ela que cantasse mais algumas musicas. Eu ao lado dela. Estávamos cantando e ela por sua vez me encantado com certo talento que tinha.

Meus amigos sentiram minha falta e vieram a minha procura. Eles molharam toda a casa e enfim me acharam. O quarto onde estávamos ficou lotado. Todos ouvindo a voz e o piano que soavam como ‘plumas’ para o ouvido.

A partir daquele dia não deixei mais de falar com ela, como grande amigos que somos agora. O que apenas era uma musica, atingiu todos que estavam naquele quarto. A esse momento inesquecível, demos o nome de ritmo do coração. Todos foram impactados por aquela nova amiga que mal conhecíamos. Hoje estamos mais unidos, como amigos, por causa das canções entoadas naquele lugar. Não sei como a musica pode nos unir e também não queremos saber. O que sabemos é que foi tudo muito bom e é essa alegria e essa vontade de ficar juntos que queremos passar.

Menina louca.

Tem uma menina, que cujo o nome eu não vou falar, que fica igual uma louca atrás de mim mim, falando que é toda apaixonadinha, que quer namorar comigo e o caralho a 4. Porém, a pouco tempo atrás teve uma baladinha ai, e essa humana ficou insana mente, insistentemente, cabulosamente tentando ficar com um dos meus melhores amigos. O que eu faço com esse tipo de menina? Dou uns tapa? WEHUWEHHWEHUE

“Não mete essa pra mim, enquanto tu vai eu já voltei!”