Ritmo do coracao

Meu nome é Rogerio. Minha história é no mínimo surpreendente. Era dia 17 de outubro. Numa tarde ensolarada. Estava muito quente. A piscina, em minha casa de classe média-alta, estava lotada. Todos meus amigos de onde frequento estavam aqui em casa. Juntos se deliciávamos com a água que refrescava-nos naquela intensa tarde. A alegria estava no ar. Todos estavam felizes com o encontro daquele dia. Aquela tarde para nós foi maravilhosa.

Cansado de ficar na piscina, entrei para comer alguma coisa. Meus amigos continuavam lá. De repente, naquele instante parece que o mundo se calou ao meu redor e eu só teria ouvidos para uma coisa. Esqueci, de certa forma, até da bagunça que estava lá fora. Ouvi da cozinha uma voz feminina que cantava lá do quarto. Junto com essa voz, um piano acompanhava. Era o meu piano. Não sei se poderia classificar aquela voz de outra maneira, mas o adjetivo que me veio naquele momento a respeito daquela voz era a palavra angelical. Sim, parecia um anjo cantando. Fiquei muito surpreso.

Quietinho e com passos silenciosos, apreciando a bela voz que me encantava, eu me dirigi até o quarto. Por uma pequena fresta na porta eu fiquei olhando por algum tempo. Era uma menina, eu não a reconhecia, pois ela estava de costas para a porta. Estabanado, como sempre, eu bati sem querer no trinco da porta. Assim que ela ouviu, ela parou de tocar o piano. Lentamente me olhou. Para minha surpresa, eu não conhecia aquela garota. Havia me encantado com sua doce voz e agora com a sua beleza.

Com certa timidez, começamos a conversar. Mariana me explicou que tinha vindo com a Carol, minha melhor amiga. E também me disse que, por não conhecer direito o pessoal, preferiu ficar sozinha e foi pedir autorização à minha mãe para ficar tocando piano.

Depois de algum tempo de conversa, pedi a ela que cantasse mais algumas musicas. Eu ao lado dela. Estávamos cantando e ela por sua vez me encantado com certo talento que tinha.

Meus amigos sentiram minha falta e vieram a minha procura. Eles molharam toda a casa e enfim me acharam. O quarto onde estávamos ficou lotado. Todos ouvindo a voz e o piano que soavam como ‘plumas’ para o ouvido.

A partir daquele dia não deixei mais de falar com ela, como grande amigos que somos agora. O que apenas era uma musica, atingiu todos que estavam naquele quarto. A esse momento inesquecível, demos o nome de ritmo do coração. Todos foram impactados por aquela nova amiga que mal conhecíamos. Hoje estamos mais unidos, como amigos, por causa das canções entoadas naquele lugar. Não sei como a musica pode nos unir e também não queremos saber. O que sabemos é que foi tudo muito bom e é essa alegria e essa vontade de ficar juntos que queremos passar.

Advertisements

3 responses to “Ritmo do coracao

  1. Q lindo! Me apaixonei pelo texto!
    Amo música e tbm adoro piano (um dos meus sonhos é aprender a tocá-lo). Esse texto passou uma emoção tão grande, d como podemos nos surpreender com coisas q podem parecer insiginificantes para alguns, mas q tem o poder d transformar tudo em nossa vida^^

    PS: posso postar o texto no meu blog?

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s