Me perguntaram do que eu tinha medo e sorri em resposta, eu tenho medo de mim, tenho medo de amar demais e tentar uma coisa que ninguém vê, de ser idiota o suficiente pra ainda tentar, tenho medo desse meu jeito errado, que não dá certo com ninguém. Eu tenho medo de ser o que os outros querem e nunca poder ser eu mesmo, eu tenho medo do menino aqui dentro que ninguém escuta, que eu tento manter dormindo, mas que chora. Eu tenho medo de ir e não voltar mais, de procurar o caminho e me perder, eu não tenho medo de ficar sozinho, eu tenho medo de não ter ninguém, nem dentro, de sentir frio no peito em dia de calor, de não sentir aquela agitação de quando se escuta o nome de certo alguém, tenho medo de calar, mas ninguém quer ouvir, um dia eu canso também e me mando calar a boca, é, tenho medo.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s